XIII Seminário Paranaense de Educação Fiscal - 2015

 

 

 

Centro Universitário Unicesumar
Bloco 7 - 1.° andar
Auditório Dona Etelvina
Av. Guedner, 1.610,  Jardim Aclimação
Maringá - PR.

Colaboração: 

 

 

 

 

 

 

XIII SEMINÁRIO PARANAENSE DE EDUCAÇÃO FISCAL

ALFABETIZAÇÃO E FORMAÇÃO PARA A CIDADANIA ATIVA

Programação do dia 9/9/2015

Atividades e Responsáveis Horário
Credenciamento e retirada de material 7h30 - 8h00
Cerimonial de Abertura
Mestre de Cerimônias: 
Marcelo Henrique Galdioli (Radialista, Especialista em Ciências Morfológicas e jornalista. Voluntário em projetos de Educação Fiscal desde 2004).
Composição da tribuna de honra e execução do Hino Nacional Brasileiro com os músicos Enéias e Tijolo
Mesa de Abertura e Motivação:  A Educação Fiscal no Contexto Social
Coordenação: Tânia Mara Domingues
8h00 - 8h10

 
8h10 - 9h10
 
Palestra:  A Educação Fiscal na Receita Estadual e no Sindafep.
Nilce Costa de Oliveira Nascentes: Auditora Fiscal, graduada em Ciências Contábeis pela Faculdade Morais Júnior / RJ  e em Psicologia pelas Faculdades Tuiuti. Atuou como coordenadora da Escola de Administração Tributária (Esat) de 2007 a 2012. Atual Vice-Presidente de Administração do SINDAFEP.
9h10 - 9h40
Intervalo 9h40 - 10h00
Palestra Show:  A Educação, a Constituição e a Construção da Cidadania
Marcílio Hubner de Miranda Neto e Grupo Abaecatu
Marcílio Hubner de Miranda Neto: Doutor em Ciências pelo Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo. Professor titular da Universidade Estadual de Maringá, onde atua na graduação, mestrado e doutorado. Leciona, dentre outras disciplinas, Neurobiologia da Aprendizagem. Desde 1991 atua com capacitação de professores e, especificamente, com Interdisciplinaridade e Cidadania Fiscal desde 2003. É pesquisador na área de neurociência e autor de livros didáticos, paradidático e infantil e de peças teatrais de natureza educativa.
10h00 - 11h50
Almoço 11h50
Curtas de Cidadania Fiscal
Isabel Ferreira da Silva Chagas
13h10 - 13h20
Palestra:  As Bases Neurais da Construção da Ética
Débora de Mello Gonçales Sant'Ana:  Graduada em Farmácia e Bioquímica e em Pedagogia; Mestre e Doutora em Biologia Celular; Especialista em Bioética; Pesquisadora da área de neurociência; Professora do Departamento de Ciências Morfológicas da UEM.
13h20 - 14h30
palestra
14h30 -14h50
debate
Café 14h50-15h10
Observatório Social de Maringá: Resultados práticos da Educação Fiscal e do controle social dos gastos públicos
Marcos Luchiancenkol: Analista Tributário da Receita Federal em Maringá; voluntário em projetos de Educação Fiscal desde 2004; membro do Observatório Social de Maringá.
15h10 - 15h50
palestra
15h50 - 16h10
debate
Espetáculo Educativo:  Música e Poesia para Falar de Cidadania.

Grupo Abaecatu - espetáculo encenado (Enéias, Marie, Tijolo e Marcia)
Iluminação e sonoplastia: Reinaldo de Castro Soriani
Fazem parte do projeto e do Grupo, desde a sua criação, os músicos e cantores Enéias Ramos de Oliveira e José Ribeiro da Costa (Tijolo), e a poetisa e declamadora Marcia Clotilde Facci Capelette. Ingressou no grupo em novembro de 2010 a cantora, compositora e percussionista Marilaine Corrêa Tenório Calvi (Marie Tenório). Durante sua trajetória, o grupo também contou com a participação de Edna Maniero e da acadêmica do curso de Música da UEM, Rafaela Fernandes. Com exceção da acadêmica mencionada, todos são servidores técnicos daUEM. O nome Abaecatu é resultado de uma pesquisa na qual se buscou resumir o objetivo do grupo e do projeto, que é a conscientização sobre os direitos e deveres do cidadão visando à construção de um país mais ético e solidário. Além disso, buscou-se inspiração nas mais antigas origens do Brasil, ou seja, a língua Tupi-Guarani. Abaecatu significa "Homem de Bem", que é o que se pretende que todo homem seja, no seu sentido mais amplo.
16h10 - 17h30
Apresentação e debate com o Grupo e com o Prof. Marcilio H. M. Neto

 

Programação do dia 10/9/2015

Palestra:  Ferramentas lúdicas no ensino da Educação Fiscal
Rosa Fátima dos Santos:  Auditora Fiscal da Secretaria de Estado da Fazenda do Paraná (Sefa); Graduada em Direito pela Universidade Estadual de Maringá; Mestre em Economia pela UEM; Trabalha com projetos de cidadania fiscal desde 2004 e representa a Sefa nos Grupos de Educação Fiscal Nacional e Estadual.
08h00 - 8h45
Palestra: O Uso da Arte na Formação para a Cidadania Fiscal
Deolinda Cornicelli Buosi:  Graduada em Geografia, Pedagogia e Artes Plásticas. Especialista em Orientação Educacional. Professora de Arte no colégio Estadual Nestor Victor em Pérola - PR, onde, desde 2009, desenvolve o projeto "Disseminando a Educação Fiscal por meio da Arte", o qual foi vencedor do Prêmio Nacional de Educação Fiscal em 2013. É artista plástica, muralista, cerimonialista e autora dos livros de poesia e crônicas "Por Uma Paixão", "As Flores não Falam" e "Talismã", bem como do livro "Pequenas Pérolas" que enfoca as tradições populares do Município de Pérola - PR.
08h45 - 09h35
palestra
09h35 -09h45
espaço para perguntas
Intervalo 09h45 - 10h05
Palestra:  Os Conselhos de controle social da Educação enquanto espaços de participação e de formação para a cidadania ativa e controle social.
Marcia Aparecida Baldini: Mestra em Educação na linha de Políticas Públicas e Práticas Educativas pela Univali; Especialista em Administração, Supervisão e Orientação Educacional; Graduada em Pedagogia pela Unipan. Atualmente é Coordenadora de Gestão Escolar na Secretaria Municipal de Educação de Cascavel -  PR; Conselheira e Vice-Presidente do Conselho Municipal de Educação de Cascavel e Membro-Presidente da Câmara Legislação e Normas; Conselheira do Fundeb; Membro do Comitê Técnico do PAR; Professora do curso de Pedagogia da Faculdade Assis Gurgacz e da Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas de Cascavel – Univel; Tutora do Programa Formação pela Escola; Professora de Pós-Graduação em Educação. Tem pesquisa nas áreas de Políticas Educacionais, Gestão Escolar, Financiamento da Educação e Controle Social. Professora Universitária e Servidora da Prefeitura Municipal de Cascavel.
10h05 - 11h25 palestra
11h25 - 11h45
debate
Almoço 11h45 - 12h55
Curtas de Cidadania Fiscal
Isabel Ferreira da Silva Chagas
12h55 - 13h15
Palestra:  Sonegação: um outro lado da corrupção
Regina Hirose: Procuradora da Fazenda Nacional em São Paulo/SP;  Mestre em Direito Constitucional e Mestre em Direito Internacional - PUC/SP;  Membro do Observatório Social de Arapongas/PR;  Membro da Comissão de Advocacia Pública da OAB/SP;  Professora e palestrante
13h15 - 14h05 palestra
14h05 - 14h20 espaço para perguntas
Palestra:  Democracia e Controle Social: do modelo de escala ao modelo difuso
Mateus de Amorim Gouvêa:  Graduado em Direito pela Universidade Federal da Bahia; Especialista em Direito Constitucional pelo Instituto Brasiliense de Direito Público; Advogado trabalhista e constitucionalista.
14h20 - 15h05 palestra
15h05 - 15h15 espaço para perguntas
Intervalo 15h15 - 15h35
O Auto da Barca do Fisco: o uso do teatro na construção da Cidadania
Troupe Arte, Ética e Cidadania
Direção, Iluminação, Cenografia, Sonoplastia e Figurinos: Reinaldo de Castro Soriani

Sinopse: O texto de Marcílio Hubner de Miranda Neto salienta que, do mundo medieval para o mundo atual, as mudanças foram muito pequenas, as desigualdades, a injustiça social, a exploração de uma nação por outra e a corrupção têm muito em comum. Isto faz do teatro vicentino uma obra crítica e atual, o que inspirou a produção do “O Auto da Barca do Fisco” que, à semelhança de Gil Vicente, critica o modo de vida distorcido de vários elementos de nossa sociedade. Adiciona também elementos do teatro moderno presentes na obra “O Auto da Compadecida”, de Ariano Suassuna. Esse autor, pela intervenção da compadecida, procura ressaltar o lado bom das pessoas, portanto, traz consigo uma mensagem de esperança no sentido de que o bem e o mal habitam dentro de todos, mas que o mal só predomina quando o sujeito é submetido às dificuldades extremas ou a uma formação moral distorcida.
15h35 - 16h35 - Apresentação
16h35 - 17h00 debate com o público
Cerimonial de Encerramento e entrega de certificados 17h00 - 17h30

 

Coordenadores:

Nome Fone
MARCÍLIO HUBNER DE  MIRANDA NETO   -  UEM  (044) 9961-4094
ROSA FÁTIMA DOS SANTOS   -  RECEITA ESTADUAL/9.ª DRR (044) 9171-0668
NILCE COSTA DE OLIVEIRA NASCENTES  -  SINDAFEP (041) 3221-5306
MARCOS ROGÉRIO PORTES  -  RECEITA ESTADUAL/ESAT (041) 3240-9126
TÂNIA MARA DOMINGUES  -  SETI (041) 3281-7348
CARLOS DELL'AGNELO   -  RECEITA ESTADUAL/ESAT (041) 3240-9128
JANI ALVES DA SILVA MOREIRA   -  CAE (044) 3011-3882
ELSA MIDORI SHIMAZAKI   -   CAE (044) 3011-3882
MARCOS LUCHIANCENKOL   -   RECEITA FEDERAL (044) 32212222


 

Palestrantes

 

Marcílio Hubner de Miranda Neto
Doutor em Ciências pelo Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo. Professor titular da Universidade Estadual de Maringá, onde atua na graduação, mestrado e doutorado. Leciona, dentre outras disciplinas, Neurobiologia da Aprendizagem. Desde 1991 atua com capacitação de professores e, especificamente, com Interdisciplinaridade e Cidadania Fiscal desde 2003. É pesquisador na área de neurociência e autor de livros didáticos, paradidático e infantil e de peças teatrais de natureza educativa.

 

 

Nilce Costa de Oliveira Nascentes
Auditora Fiscal, graduada em Ciências Contábeis pela Faculdade Morais Júnior / RJ e em Psicologia pelas Faculdades Tuiuti. Atuou como coordenadora da Escola de Administração Tributária (Esat) de 2007 a 2012. Atual Vice-Presidente de Administração do SINDAFEP.

 

 

 

Rosa Fátima dos Santos
Auditora Fiscal da Secretaria de Estado da Fazenda do Paraná (Sefa), graduada em Direito pela Universidade Estadual de Maringá, Mestre em economia pela Universidade Estadual de Maringá. Trabalha com projetos de cidadania fiscal desde 2004 e representa a Sefa nos Grupos de Educação Fiscal Nacional e Estadual.

 

 

 

Deolinda Cornicelli Buosi
Graduada em Geografia, Pedagogia e Artes Plásticas. Especialista em Orientação Educacional. Professora de Arte no colégio Estadual Nestor Victor em Pérola - PR, onde, desde 2009, desenvolve o projeto "Disseminando a Educação Fiscal por meio da Arte", o qual foi vencedor do Prêmio Nacional de Educação Fiscal em 2013. É artista plástica, muralista, cerimonialista e autora dos livros de poesia e crônicas "Por Uma Paixão", "As Flores não Falam" e "Talismã", bem como do livro "Pequenas Pérolas" que enfoca as tradições populares do Município de Pérola - PR.

 

 

 

Marcos Luchiancenkol
Analista Tributário da Receita Federal em Maringá; voluntário em projetos de Educação Fiscal desde 2004; membro do Observatório Social de Maringá.

 

 

Débora de Mello Gonçales Sant'Ana
Graduada em Farmácia e Bioquímica e em Pedagogia; Mestre e Doutora em Biologia Celular; Especialista em Bioética; Pesquisadora da área de neurociência, Professora do Departamento de Ciências Morfológicas da UEM.

 

 

 

Marcia Aparecida Baldini
Mestra em Educação na linha de Políticas Públicas e Práticas Educativas pela Univali; Especialista em Administração, Supervisão e Orientação Educacional; Graduada em Pedagogia pela Unipan. Atualmente é Coordenadora de Gestão Escolar na Secretaria Municipal de Educação de Cascavel - PR; Conselheira e Vice-Presidente do Conselho Municipal de Educação de Cascavel e Membro-Presidente da Câmara Legislação e Normas; Conselheira do Fundeb; Membro do Comitê Técnico do PAR; Professora do curso de Pedagogia da Faculdade Assis Gurgacz e da Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas de Cascavel – Univel; Tutora do Programa Formação pela Escola; Professora de Pós-Graduação em Educação. Tem pesquisa nas áreas de Políticas Educacionais, Gestão Escolar, Financiamento da Educação e Controle Social. Professora Universitária e Servidora da Prefeitura Municipal de Cascavel.

 

 

Regina Hirose
Procuradora da Fazenda Nacional em São Paulo/SP;  Mestre em Direito Constitucional e Mestre em Direito Internacional - PUC/SP;  Membro do Observatório Social de Arapongas/PR
Membro da Comissão de Advocacia Pública da OAB/SP; Professora e palestrante.

 

 

Mateus de Amorim Gouvêa
Graduado em Direito pela Universidade Federal da Bahia; Especialista em Direito Constitucional pelo Instituto Brasiliense de Direito Público; Advogado trabalhista e constitucionalista.

 

 

Grupo Abaecatu - espetáculo encenado (Enéias, Marie, Tijolo e Marcia) - Iluminação e sonoplastia: Reinaldo de Castro Soriani
Fazem parte do projeto e do Grupo, desde a sua criação, os músicos e cantores Enéias Ramos de Oliveira e José Ribeiro da Costa (Tijolo), e a poetisa e declamadora Marcia Clotilde Facci Capelette. Ingressou no grupo em novembro de 2010 a cantora, compositora e percussionista Marilaine Corrêa Tenório Calvi (Marie Tenório). Durante sua trajetória, o grupo também contou com a participação de Edna Maniero e da acadêmica do curso de Música da UEM, Rafaela Fernandes. Com exceção da acadêmica mencionada, todos são servidores técnicos daUEM. O nome Abaecatu é resultado de uma pesquisa na qual se buscou resumir o objetivo do grupo e do projeto, que é a conscientização sobre os direitos e deveres do cidadão visando à construção de um país mais ético e solidário. Além disso, buscou-se inspiração nas mais antigas origens do Brasil, ou seja, a língua Tupi-Guarani. Abaecatu significa "Homem de Bem", que é o que se pretende que todo homem seja, no seu sentido mais amplo.