XII Seminário Paranaense de Educação Fiscal

 

Como foi:

Colaboração:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Local:
UNIVEL - União Educacional de Cascavel,
Avenida Tito Muffato, 2317  Santa Cruz, 
Cascavel - PR. CEP 85806-080  tel.(45) 3036-3636.

 

PROGRAMAÇÃO

Programação Diurna de 26/8/201


 
Atividades
07h30 – 08h00 Credenciamento e retirada de material
08h10 – 08h20 Tribuna de Honra e Hino Nacional Brasileiro
Músicos: Enéias e Tijolo
Mestre de Cerimônias: Marcelo Henrique Galdioli
08h20 – 09h30 Abertura: Mesa de Abertura e Motivação: A Educação Fiscal no Contexto Social
Coordenação: Tania Mara Domingues
 
09h30 – 10h30 Tributação, Dignidade Humana e Cidadania
Marciano Buffon – Unisinos/RS
10h30 – 10h50 Coffee break
10h50 – 11h50 Paraná Sem Corrupção
Promotor Dr. Sérgio Roberto Martins - Ministério da Justiça - Comarca de Cianorte.
13h30 – 13h45 Curtas da Cidadania Fiscal – Rosa Fátima dos Santos
Receita Estadual – 9ª DRR - Maringá.
13h45 – 14h30 Palestra: O Programa Nacional de Educação Fiscal: O contexto de Cianorte
Marlon Hernandes Cantarin, Coordenador de Educação fiscal do NRE - Cianorte.
14h40 – 15h40 Música e Poesia para Falar de Cidadania.
Grupo Abaecatu.
15h40 – 16h00 Coffee break
16h00 – 17h30 Mesa redonda:  Educação Fiscal e Controle Social dos Gastos Públicos (15 minutos para cada apresentação e ao final 30 minutos para debate).
Observatório Social de Cianorte – André Brianese Porto
Formação de Disseminadores e Controle Social – Eliana de Fátima e Silva Vieira – (CEF) – SEED
A Contribuição da Escola de Administração Tributária da Receita Estadual do Paraná - Nilce Costa de Oliveira Nascentes, Coordenadora da ESAT

Contribuição da Receita Estadual para a Educação Fiscal - Rosa Fátima dos Santos, Auditora Fiscal da Receita Estadual de Maringá.

Programação Diurna de 27/8/2014

08h00 – 09h25 Palestra - Educação Fiscal e Formação Humana
Najla Veloso, Prof.ª Dr.ª em Sociologia da Educação. Coordenadora do Programa de Fortalecimento de Programas de Alimentação Escolar na América Latina e Caribe pela FAO/ONU.
09h25 – 09h40 Coffee break
09h40 – 09h50  
09h50 – 11h20 A Constituição, a Educação Fiscal e as Novas Formas de Governança Democrática
Anna Carla Duarte Chrispin, Procuradora da Fazenda Nacional e Diretora Regional em Minas Gerais da Escola de Administração Fazendária.
13h15 – 13h30 Curtas de Cidadania Fiscal
Rosa Fátima dos Santos
13h30 – 14h30 Educação Fiscal e Controle Social nas Escolas de Ensino Fundamental
Márcia Baldini – Professora Universitária e Servidora da Prefeitura Municipal de Cascavel.
14h30 – 15h30 Mesa redonda: Educação Fiscal: do Ensino Básico ao Ensino Superior ( até 15 minutos para cada apresentação)
Tiago Pasian Fagundes Santos: Protagonismo Juvenil e Exercício da Cidadania – Colégio Estadual Emilio de Menezes – NRE- Cianorte
Dalva Bertola – A Educação Fiscal no Ensino Básico: a experiência do NRE de Paranavaí;
A Educação Fiscal e o Controle Social no Ensino Superior –
Marcilio Hubner de Miranda Neto - Maringá.
15h30 – 15h50 Coffee break
15h50 – 17h10 "O Auto da Barca do Fisco”: o uso do teatro na formação para a Cidadania – apresentação e debate – Trupe Arte, Ética e Cidadania.
17h10 – 17h30 Cerimonial de encerramento

Programação Especial Noturna

26/8/2013 - Público-alvo: professores e alunos do ensino médio e comunidade em geral

  Atividades

Carga horária / horas

19h00 – 20h00 Palestra: Educação Fiscal e Cidadania
Palestrante: Marcílio Hubner de Miranda Neto
01h00
20h00 – 20h30 Música e Poesia para falar de Cidadania e Meio Ambiente
Grupo Abaecatu
00h30
20h30 – 20h50 Coffee break  
20h50 – 22h20 “O Auto da Barca do Fisco”: o uso do teatro na formação para a Cidadania
Apresentação e debate – Trupe, Arte Ética e Cidadania
01h30

 
Carga Horária Total 03h00

Palestrantes

 

 

 

Palestra: A Constituição, a Educação Fiscal e as novas formas de Governança Democrática

Anna Carla Duarte Chrispin: Mestre em direito público e especialista em docência do ensino superior pela PUC Minas, onde é professora. Procuradora da Fazenda Nacional e diretora regional em Minas Gerais da Escola de Administração Fazendária. Autora do livro "TERMO DE REFERÊNCIA: o impacto da especificação do objeto e do termo de referência na eficácia das licitações e contratos", em parceria com Jair Eduardo Santana e Tatiana Camarão.

 

 

 

Palestra: O Uso da Arte na Formação para a Cidadania Fiscal

Deolinda Cornicelli Buosi - Graduada em Geografia, Pedagogia e Artes Plásticas. Especialista em Orientação Educacional. Professora de Arte no Colégio Estadual Nestor Victor em Pérola - PR, onde desenvolve o projeto "Disseminando a Educação Fiscal por meio da Arte desde de 2009 ", o qual foi ganhador, em primeiro lugar, do Premio Nacional de Educação Fiscal no ano de 2013. É artista plástica, muralista, cerimonialista e autora dos livros de poesia e crônicas "Por Uma Paixão", "As Flores não Falam" e "Talismã", bem como do livro "Pequenas Pérolas" que enfoca as tradições populares do Município de Pérola - PR.

 

 

 

Palestra: Estratégias da Receita Estadual nas ações de Educação Fiscal

Rosa Fátima dos Santos - Formada em Direito pela UEM, Especialista em Auditoria pela UFPR, Mestre em economia pela UEM. Auditora Fiscal da Receita desde 1996. 
Tutora da ESAF/Brasília no curso de Disseminadores da Educação Fiscal. Participa do Grupo de Educação Fiscal do Estado-GEFE-PR.

 

 

 

Palestra: Importância da Integração da Educação Fiscal com os Conselhos de Controle Social da Educação

Marcia Aparecida Baldini: Mestra em Educação na linha de Políticas Públicas e Práticas Educativas pela UNIVALI; Especialista em Administração, Supervisão e Orientação Educacional; Graduada em Pedagogia pela  UNIPAN. Atualmente é Coordenadora de Gestão Escolar na Secretaria Municipal de Educação de Cascavel-PR; Conselheira e vice-presidente do Conselho Municipal de Educação de Cascavel e Membro Presidente da Câmara Legislação e Normas; Conselheira do Fundeb; Membro do Comitê Técnico do PAR; Professora do curso de Pedagogia da Faculdade Assis Gurgacz e da Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas de Cascavel – UNIVEL; Tutora do Programa Formação pela Escola; Professora da Pós-Graduação em Educação. Tem pesquisa nas áreas de políticas educacionais, gestão escolar, financiamento da educação e controle social.

 

 

 

Palestra:Tributação e Dignidade Humana

Marciano Buffon:  Doutor em Direito - ênfase em Direito do Estado - pela UNISINOS, com período de pesquisa na Universidade de Coimbra - Mestre em Direito Público. Advogado Tributarista, com especialização em Direito Empresarial, Professor de Direito Tributário na UNISINOS São Leopoldo-RS, e em cursos de pós-graduação (especialização) em Direito Tributário noutras instituições. Professor no Programa de Pós-Graduação em Direito - Mestrado - da UNISINOS. Sócio/Consultor jurídico-fiscal Buffon & Furlan Advogados Associados.

 

 

 

Palestra: A Interdisciplinaridade e a Construção da Cidadania

Marcílio Hubner de Miranda Neto: Doutor em Ciências pelo Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo. Professor titular da Universidade Estadual de Maringá, onde atua na graduação, mestrado e doutorado, lecionando, entre outras disciplinas, neurobiologia da aprendizagem. Atua, desde 1991, com capacitação de professores e, especificamente, com Interdisciplinaridade e Cidadania Fiscal desde 2003. É pesquisador na área de neurociência e autor de livros didáticos, paradidático e infantil e de peças teatrais de natureza educativa.

 

 

 

Palestra: O Programa Nacional de Educação Fiscal

Nilce Costa de Oliveira Nascentes
Auditora Fiscal da Receita Estadual do Paraná desde 1985. Atualmente atua como Vice-Presidente de Administração do Sindafep - Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita do Estado do Paraná

 

 

Palestra: As Bases Neurais da Ética
Dr.ª Débora de Mello Gonçalves Sant'Ana.
Doutora em anatomia humana.

 

Palestra: Educação para a Cidadania Fiscal - por que implantar em Cabo Verde?

Odete Andrade
Coordenadora do Programa Nacional de Construção da Cidadania Fiscal em Cabo Verde.

 

 

O AUTO DA BARCA DO FISCO

Sinopse: O texto de Marcílio Hubner de Miranda Neto salienta que, do mundo medieval para o mundo atual, as mudanças foram muito pequenas, as desigualdades, a injustiça social, a exploração de uma nação por outra e a corrupção têm muito em comum. Isto faz do teatro vicentino uma obra crítica e atual, o que inspirou a produção do “O AUTO DA BARCA DO FISCO” que, à semelhança de Gil Vicente, critica o modo de vida distorcido de vários elementos de nossa sociedade. Adiciona também elementos do teatro moderno presentes na obra “O Auto da Compadecida”, de Ariano Suassuna. Esse autor, pela intervenção da compadecida, procura ressaltar o lado bom das pessoas, portanto, traz consigo uma mensagem de esperança no sentido de que o bem e o mal habitam dentro de todos, mas que o mal só predomina quando o sujeito é submetido às dificuldades extremas ou a uma formação moral distorcida.